FORMAÇÃO DE SACERDOTISAS DA DEUSA 2020/2021

NA TRADIÇÃO CELTA DO ARCO ATLÂNTICO

ESPIRAL 1 2020 - 2021

Informação sobre o Curso, programa da primeira espiral e condições de participação:

Esta formação está aberta a
 mulheres e a homens que se sintam chamadas para este caminho desafiador que exige compromisso, foco, coragem e determinação. Para que a nossa dedicação à Deusa seja sincera, válida e eficaz, a melhor das disposições é requerida, passando por uma boa forma física que nos possibilite o contacto direto com a natureza de Cale. Também ao nível psicológico é preciso ter consciência de que o toque da Deusa é sempre transformador. Esta formação vivencial pode ser desafiadora para algumas pessoas e implicar profundas mudanças a nível pessoal para as quais cada uma deve estar preparada. Todo o apoio possível será, entretanto, fornecido.

Nesta Espiral entraremos em conexão profunda com a terra de Cale, Calaica-Beira, Deusa dupla, Anciã e Donzela, e com as Sábias Irmãs do Poente, as nove Hespérides. Cada encontro inclui estudo e reflexão pessoal, partilha e cerimónia, caminhada consciente na natureza, nesta dimensão e na do Jardim Dourado das Hespérides, bem como apelo à criatividade, com a realização de artes manuais inspiradas na tradição da Deusa e a Ela dedicadas.

O caminho duma Sacerdotisa ou Sacerdote na Tradição do Arco Atlântico é um caminho de devoção ao serviço da Deusa tal como Ela se expressa no ciclo das estações, na paisagem física, no mito e na forma como connosco comunica. Neste treino a nossa devoção está essencialmente focada em Cale, Deusa do nosso território, nas suas várias faces, e em Héspera/Hespéria/Ibéria, Deusa tutelar do espaço maior em que nos integramos, a Península Ibérica, sendo importante conhecer as Suas energias e o significado da devoção que Lhe dedicamos.

Entre os encontros, espera-se que a pessoa em formação trabalhe e ponha em prática o que foi aprendido, realize propostas de trabalho que lhe serão fornecidas, estabeleça uma conexão diária com a Deusa através da meditação e da oração junto do seu altar e na natureza, mantenha um diário, crie cerimónias pessoais e visite lugares sagrados da Deusa no território, perto ou longe de onde vive. A realização atempada dos trabalhos propostos é um requisito indispensável ao sucesso desta formação.

Espiral um - Programa

1.º Encontro, sábado 24 e domingo 25 de Outubro 2020: Cale, a Anciã – a Morte e o Renascimento. Libertaremos o velho e plantaremos as sementes das novas intenções.

2.º Encontro, sábado 12 e domingo 13 de Dezembro de 2020: Cale do Ar – a Quietude e o Tempo do Sonho. Ancestralidade. Iniciação do Ar. Proteção e limpeza energética. 

3.º Encontro, sábado 23 e domingo 24 de janeiro de 2021: Cale, a Donzela – o Despertar da Criatividade. Vivificar as sementes. Águas de cura. Artes de Iria-Brígida.

4.º Encontro, sábado 13 e domingo 14 de Março 2021: Cale do Fogo – Vitalidade e Poder Pessoal. A iniciação do Fogo. Labirinto e Bastão de Poder.

5.º Encontro, sábado 24 e domingo 25 de Abril 2021: Cale, a Amante – Cavalgando entre os Mundos. Sexualidade sagrada. Amor. Mistérios do sangue.

6.º Encontro, sábado 26 e domingo 27 de Junho 2021: Cale da Água – o Mergulho nas Profundidades. Iniciação da Água. O cálice sagrado. Compaixão e cura emocional.

7.º Encontro, sábado 24 e domingo 25 de Julho 2021: Cale, a Mãe – Manifestação e Colheita. Abundância, Generosidade, Gratidão, Maternidade.

8.º Encontro, sábado 18 e domingo 19 de setembro 2021: Cale da Terra – dedicação à Deusa como Irmã das Hespérides.

ESPIRAL 2 COM INÍCIO NO SAMHAIN DE 2021

Durante oito fins-de-semana desenvolveremos aptidões práticas duma Sacerdotisa, no seu papel de cerimonialista da Deusa, oráculo, facilitadora, viajante entre mundos e apoiante espiritual.
O papel duma Sacerdotisa é público, trata-se, portanto, de contribuir para que a Deusa regresse ao mundo, para que através de nós Ela se torne visível e operante.  Espera-se então que cada uma dê o melhor da sua habilidade para criar e apoiar eventos inspirados na Deusa, Templos e Comunidades de pessoas adoradoras da Deusa na nossa terra.
Como parte da formação, a pessoa é encorajada a colaborar, enquanto Sacerdotisa ou Sacerdote, nas cerimónias de celebração da Roda do Ano para pôr em prática as suas capacidades de Sacerdotisa ou de Sacerdote da Deusa, bem como a participar em outros eventos da Deusa. Nesta Espiral, cada participante deve organizar e realizar três eventos públicos inspirados na Deusa no lugar onde reside habitualmente. O ano termina com uma cerimónia especial de auto-iniciação como Sacerdotisa ou Sacerdote da Deusa, que inclui extensa caminhada na natureza.

1.º Encontro – Aprofundando os nossos votos de dedicação e suas implicações na nossa vida

Reflectiremos sobre o sentido profundo dos votos que oferecemos à Deusa na nossa cerimónia de dedicação no final da primeira Espiral e no que eles implicaram e implicam como mudança na nossa vida, nos nossos relacionamentos, profissão, etc.  e como tais votos requerem compromisso e enfoque constantes. Reflectiremos ainda sobre o papel e as responsabilidades duma Sacerdotisa/Sacerdote no mundo actual.

2.º Encontro – Criar cerimónias inspiradas e centradas na Deusa e conectar com a Sacerdotisa/Sacerdote Arquetípicos

Compreenderemos quais são os princípios básicos para criar cerimónias adequadas a várias circunstâncias que poderemos realizar como Sacerdotisas ou Sacerdotes da Deusa e aprenderemos a criar e a manter a sacralidade do espaço cerimonial. Exploraremos a natureza da nossa Sacerdotisa ou Sacerdote arquetípicos e aprenderemos a invocá-l@ e incorporá-l@. Aprenderemos ainda a invocar a Deusa e a criar um contentor energético no qual a Sua energia possa ser sentida pelas pessoas presentes. Aprenderemos a ouvir e a responder à intuição e a ser sensíveis ao movimento nos campos de energia. 

 3.º Encontro: Criando e apresentando Cerimónias centradas na Deusa
Círculo prático em que cada um/a apresenta cerimónias inspiradas na Deusa concebidas por si, recebendo o apoio e a reflexão de todos os elementos do círculo para e sobre o seu trabalho. 

4.º Encontro: Viajando entre mundos para a Cura e Recuperação da Alma

O Jardim das Hespérides é o Outro Mundo para além dos véus. Desse lado do mundo buscaremos a nossa própria realidade invisível atrás do véu das brumas marinhas que esconde a paisagem sagrada do Jardim Dourado das Hespérides do mundo ordinário. Trata-se dum véu etérico, um véu que separa o mundo visível do mundo espiritual invisível. Aprenderemos a viajar psíquica e espiritualmente de forma segura entre estes mundos para a cura pessoal e de outras pessoas, bem como para guiar e recuperar a alma.

5.º Encontro: A Deusa e o Género

Ter a Deusa no centro das nossas vidas muda a forma como nos relacionamos com o género oposto. Neste encontro exploraremos a problemática do género na sociedade patriarcal em que vivemos e que emerge de forma particular no caminho da Deusa.
Estas questões relacionam-se com o papel da mulher enquanto manifestação humana da Deusa e o papel do homem como Seu guardião e protetor. Que lugar atribuir ao Deus neste caminho? Refletiremos ainda sobre a forma como podemos empoderar-nos enquanto mulheres e homens fora do sistema patriarcal em que vivemos, que promove a competição entre as pessoas e o desequilíbrio nas relações entre os géneros, para sermos quem realmente nascemos para vir a ser. Exploraremos ainda alguns dos mistérios femininos e masculinos.

6.º Encontro: Lendo os sinais na Natureza e buscando visões

A natureza da Deusa está em todo o lado e faz parte do trabalho da Sacerdotisa e do Sacerdote aprender a ler os seus sinais visíveis ao nosso redor na natureza quando nos abrimos a eles. Neste encontro aprenderemos a desenvolver a nossa visão e ouvido internos, bem como a ouvir a nossa intuição e seguir as suas mensagens. Aprenderás a confiar na tua visão e a desenvolver as tuas habilidades oraculares pelo recurso aos elementos da Sua natureza, que são o Espaço, o Ar, o Fogo, a Água e a Terra, recurso que poderá servir tanto a tua vida como na da comunidade. 

7.º Encontro: Oráculo e Incorporação da Deusa

Servir a Deusa como Seu oráculo e veículo para a Sua manifestação neste plano são antigas artes praticadas pelas Sacerdotisas e Sacerdotes da Deusa como forma de serviço à comunidade. A Deusa é imanente e transcendente, Ela está dentro de cada um/a de nós como indivíduos e alma coletiva, e está fora como a grande origem de tudo o que é. O Seu amor conecta-nos com o universo inteiro. Neste encontro exploraremos a natureza da nossa própria alma aprendendo a irradiar a energia da alma para o mundo, como fonte de amor, criatividade, generosidade e compaixão e aprenderemos a Incorporar a Deusa invocando a nossa Sacerdotisa ou Sacerdote arquetípico e tornando-nos a Sua Voz e manifestação física neste plano.

8.º Encontro: Cerimónia de Auto-Iniciação como Sacerdotisa e Sacerdote da Deusa

Este encontro será o culminar da nossa preparação para nos iniciarmos como Sacerdotisas e Sacerdotes da Deusa, com consciência de estarmos no início duma longa jornada de profunda descoberta e serviço da Deusa e à Deusa. Depois de longamente e em cerimónia termos percorrido uma parte significativa do Seu corpo, haverá uma cerimónia nocturna de auto-iniciação como Sacerdotisa ou Sacerdote da Deusa.

Testemunhos:

“Profundamente transformador, com ênfase em exercícios práticos para melhor integração dos vários aspectos de cada direcção da Roda do Ano. Profundamente desafiador, com várias propostas de trabalho interno muito profundas. Profundamente motivador com exercícios de empoderamento, de autodescoberta e de resgate pessoal.” PPG

“A primeira Espiral para mim foi o ter chegado ao meu mundo, ao meu Jardim. Senti que era o desbloquear, o limpar, e “o tirar” amarras para realizar finalmente o meu caminho. Senti que a minha vida abriu e voou num ano e cada vez estou mais focada neste meu percurso e caminho. A Luiza é fantástica e o grupo foi um reencontro de irmãs, reencontro esse que voltei a ter um sentido de roda, comunidade e irmandade. Os projectos surgem, as ideias saltam. A dinâmica é cada vez maior e à medida que o ano passa sentimos cada uma o seu papel. Foi um ano fantástico.” CG
“Apoio de grupo fundamental para me fortalecer face às maiores decisões da minha vida. Ter a força da Deusa nos momentos mais difíceis… Ganhar instrumentos de trabalho novos para mim. Sentir que já não estou só. Amizades criadas para a vida. Novas perspectivas profissionais que “obrigam” à evolução do meu trabalho espiritual com os outros. Descobrir um novo mundo da Mãe que eu não sabia que existia de forma tão objectiva e de que eu tanto precisava porque
eu também sou mãe. Gratidão à Deusa!” PK

“Para mim a 1ª Espiral foi bastante significativa porque permitiu-me mergulhar no mais profundo do meu ser, ver-me realmente como eu sou e trabalhar com o meu lado sombra. Entreguei-me completamente nos braços da Deusa, deixei-me embalar, gritei, morri, perdi entes queridos e voltei a nascer com mais força e… cheia. Bem haja!” SCS

“Esperei dois anos para conseguir conciliar a minha agenda com o trabalho da formação de Sacerdotisas do Jardim das Hespérides. Finalmente comecei esta jornada em Outubro de 2018 e a minha vida mudou e sei que daqui a um ano, depois de completar a segunda Espiral, serei outra mulher. Nesta vida sei que já nasci Sacerdotisa pelo que este trabalho com Luiza Frazão não é para ter certificados mas sim a experiência do caminho feito e partilhar da sabedoria de quem trilha este chamado ancestral. Sou grata à Deusa, à Luiza e às irmãs do Jardim das Hespérides que me acolhem a cada momento. Abençoada sou. Gratidão!” IA

“Em suma: regresso a casa. Foi o reafirmar de um caminho e finalmente o manifestar do meu propósito de vida e Alma: o servir a Deusa. A Deusa no meu lugar, no meu país, na Ibéria, de um continente que me acolhe em reincarnação. Foi a ultrapassagem da minha insegurança, o preparar a minha autoria e plena afirmação, enquanto mulher, enquanto Bela e Divina, enquanto Natural, enquanto Donzela e Anciã, uma alegria e partilha profunda. Blessed be!” MPC

“A minha experiência do primeiro ano foi de descoberta, de paixão, de alegria de conhecer através da Luiza o desenrolar do seu livro “A Deusa do Jardim das Hespérides”, a Roda do Ano. Grata porque precisava de disto muito mesmo. Cada vez mais feliz, inteira, por estar com pessoas maravilhosas e por servir a chama dourada do Jardim das Hespérides. Gratidão à Deusa. Abençoada. Foi um renascer.” CR

“O meu primeiro ano da Espiral foi como uma espiral, a minha zona de conforto foi constantemente testada e mesmo retirada. A partir desse momento zero, mais uma vez na minha vida permiti que tudo o que pudesse chegar até mim fosse para me ensinar e recriar. A minha criatividade foi posta em causa pois se a minha vibração não era a mesma eu não poderia pensar/criar/agir da mesma forma. Em todos os momentos senti que já não me adaptava aos mesmos padrões e tive de reiniciar a minha prestação enquanto terapeuta, professora. Sou a mesma Ana a vibrar em energia diferente. Sinto-me também abençoada pelo facto de me sentir próspera e abundante. Gratidão pelo caminho.” AB

“Foi realmente uma vivência muito transformadora, diria que a vivência mais curadora que tive em toda a minha vida. A fluidez com que tudo foi conduzido pela sabedoria ancestral da Luiza fez com que me sentisse plena em cada prática. Mesmo nas sombras sentia-me em local de conforto, foi tão bom aprender a enfrentar as sombras sem medo e assim perceber que é tudo luz. Foi a melhor vivência da minha vida.” SB

 Curso não residencial, a alojamento e alimentação não incluídas.

Horário da formação: 9:30 às 18:00 horas com pausas para almoço e bebidas.
Espaço: Óbidos.

Email de contacto: jardimdashesperidestemplo@gmail.com

Comentários